domingo, 1 de maio de 2011

Puro


Uma lembrança, um sorriso, uma data.
O improviso de um dia que retrata,
A primeira vez, o ponto de partida.
O toque suave junto à pele macia,
Um vinho suave para o frio que fazia,
Unindo duas historias em uma só vida.
Ansiedade, nervosismo e calor,
Desejo, fogo, atração e amor,
Uma tarde, duas noites, para sempre.
A pouca idade e o pensamento a mil,
Felicidade em pensamentos mil,
A verdade nua e crua frente a frente.
Uma rosa, branca rosa sobre a cama,
Entre palavras diz que me ama,
Em gemidos exala o amor e o prazer.
Num perfume doce e instigante,
Que me faz lembrar cada instante,
Do amor puro que ali veio a nascer.


@JuniorDihl

Nenhum comentário:

Postar um comentário